bela-da-noite, de dia.

É assim que fica minha bela-da-noite durante o dia. Fechadinha, fechadinha. Tem uma coisa que eu acho um tico estranha. Sempre tem flores, mas também sempre tem flor caída na terra do vaso. Elas são frágeis assim mesmo? Ou estou fazendo algo errado? Sempre tem, tanto no vasinho dela, quanto no vasinho das vizinhas. Tão vendo? 😦 Alguém sabe me dizer? Um beijo pra todo mundo e um ótimo domingo! Continuar lendo bela-da-noite, de dia.

noite no jardim.

Sábado à noite, sem dinheiro e com muito trabalho a fazer. Desta forma, acabei ficando em casa. E, entre uma conversão e outra (sou editora de vídeo!), acabei fotografando meu jardim pra atualizar por aqui. Tenho trabalhado bastante, na produtora e na minha empresa Bordado Filmes, e não tenho tido tempo nenhum pra atualizar por aqui… Mas hoje deu! 🙂 Como vocês estão bem por fora das novidades no meu Jardim, resolvi fazer um resumão dos habitantes. A Espada de São Jorge foi presente. Botei num vaso simples que tinha aqui em casa, mas quero arrumar um vaso maior e … Continuar lendo noite no jardim.

finada samambaia.

Nesse tempo que estive offline, tive, e depois não tive mais uma samambaia. Estava, por um prego, no teto. Mas caiu, e deixamos, momentaneamente, no parapeito da varanda. Moro no térreo, ela não pularia de tristeza. Mas lembram do meu ajudante? Pirraia, meu gabiruzinho, atacou a pobre. Duas vezes. Não sobrou folha sobre folha. Ficaram fotos bonitas, que Marco tirou numa madrugada, já amanhecendo. Samambaias são lindas, iluminam tudo. Sei que muitos consideram cafona, mas não existe planta cafona. Planta é planta. Linda e cheia de vida. Na loja, me disseram que gosta de humus de minhoca, que vive muito … Continuar lendo finada samambaia.

a natureza é linda.

Uma das coisas mais bacanas de cultivar plantinhas é perceber que elas são seres vivos. Sei que isso é óbvio, todo mundo sabe, mas é que o sentimento de vida é muito forte quando se convive. Além do crescimento, que é a coisa mais linda de se observar (e ajudar, suprindo as necessidades), existem os nuances do dia-a-dia. Você realmente passa a conhecer suas plantas, perceber quando estão tristinhas, e o porquê. Perceber que em tal momento elas crescem mais rápido, que  à tarde algumas ficam mais murchinhas, que isso, que aquilo. É algo fascinante perceber a vida nas plantas. … Continuar lendo a natureza é linda.